quarta-feira, 21 de junho de 2017

História trágico-marítima (CCXXI)


Ocorrências registadas em Junho de 1860

Em Caminha – Naufrágio
No dia 1 do corrente, pelas 7 horas da tarde, encalhou na barra de Caminha o caíque “Três Amigos”, que vinha de Aveiro com um carregamento de sal. Salvou-se a tripulação, mas muito poucos aparelhos. O barco pertencia à casa dos srs. Pereira & Filhos, de Aveiro.
(In jornal “Comércio do Porto”, quarta-feira, 6 de Junho de 1860)

No rio Douro – Sinistro
Achando-se ancorado no Ouro o palhabote “Heroísmo”, que viera dos Açores carregado de pozolana (terra avermelhada de origem vulcânica), para as obras da alfândega, na madrugada do dia 4, alguém mal intencionado cortou-lhe os cabos de terra, e em consequência disso o navio garrou e caiu nas pedras. Às 7 horas da manhã chegou ali o sr. director das obras públicas, que mandando vir as catraias e gente das obras da barra, tão acertadas providências deu, que foi possível salvar o navio, sem avaria nem perigo.
(In jornal “Comércio do Porto”, terça-feira, 5 de Junho de 1860)

Em Faro – Naufrágio
Por participação do director interino do círculo das alfândegas do Algarve, consta que no dia 15 do corrente mês naufragara na ilha, um pouco a oeste da barreta do porto de Faro, o bergantim napolitano “S. Miguel”, capitão Vicente Riccio, e carregador W.N. Mattos, pertencente ao porto de Procida, e procedente de Swansea com carvão de pedra, para a Serra Leoa. Toda a tripulação foi salva.
(In jornal “Comércio do Porto”, quinta-feira, 28 de Junho de 1860)

terça-feira, 20 de junho de 2017

Leixões na rota do turismo! (8/2017)


Escalas em porto na 2ª semana de Junho

O número de navios que se apresentaram de visita a Leixões baixou consideravelmente neste período. Digno de registo apenas o regresso do navio de passageiros "Boudicca", merecendo especial relevo a viagem de cruzeiro, que propiciou a escala inaugural em porto do navio de passageiros "Silver Spirit", que deverá regressar a Leixões em breve.

No dia 12, o navio de passageiros "Boudicca"
Veio procedente de Liverpool, seguiu viagem para o Funchal

No dia 15, o navio de passageiros "Silver Spirit"
Chegou proveniente de Lisboa e continuou viagem rumo à Corunha

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Divulgação


Tertúlia de encerramento do Seminário do Mar



domingo, 11 de junho de 2017

Leixões na rota do turismo! (7/2017)


A primeira semana de Junho

Neste período as escalas em porto decorreram em perfeita normalidade, à excepção do cancelamento daquela que seria a primeira visita a Leixões do navio "Variety Voyager", com previsão de chegada no dia 6, procedente de Portimão, para continuar a viagem com destino a Vigo. Regista-se de igual forma a visita inaugural ao porto do navio de passageiros "Star Pride", de acordo com a informação descrita abaixo e ainda lembramos a estadia do caça-minas da marinha inglesa "Blyth", eventualmente para descanso da guarnição.

No dia 2, o navio de passageiros "Insignia"
Vindo procedente de Lisboa, seguiu viagem para a Corunha

No dia 3, o navio de passageiros "Sea Cloud II"
Chegou procedente de Lisboa, continuou a viagem para Vigo

No dia 5, o navio de passageiros "Star Pride"
Tal como o navio anterior, veio de Lisboa e seguiu viagem rumo a Vigo

Também no dia 5, o navio de passageiros "Ventura"
Chegou procedente de Southampton, seguiu viagem para Barcelona

No dia 6, regressou o navio de passageiros "Tui Discovery 2"
Chegado procedente de Vigo, continuou a viagem rumo a Lisboa

No dia 7, o navio de passageiros "Oriana"
Chegou procedente de Southampton, seguiu viagem para Barcelona

Navio caça-minas inglês HMS “Blyth” da classe “Sandown”
Passou recentemente por Leixões este navio caça-minas, construído nos estaleiros Vosper Thornycroft, em 4 de Julho de 2000, tendo entrado ao serviço em 28 de Fevereiro de 2001. Tem um deslocamento de 600 toneladas, mede 52,50 metros de comprimento por 10,90 metros de boca. O porto de armamento é Clyde, navega com uma guarnição composta por 34 tripulantes e desenvolve uma velocidade na ordem das 15 milhas por hora.

sexta-feira, 9 de junho de 2017

Dia mundial dos oceanos 2017


Onde está a consciência ambiental?

Causa

Efeito

Porque o assunto é urgente, paremos para pensar e agir!

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Divulgação


Maré d’Arte” invade Largo Fonseca Lima no dia 10 de Junho


O Largo Fonseca Lima, em Esposende, vai ser palco, no próximo sábado, dia 10 de junho, de um evento de arte na rua, intitulado “Maré d’Arte”.
A iniciativa marca o arranque do Ciclo de Artes Plásticas e Performativas do Museu Municipal de Esposende e reúne artistas plásticas e performers do norte de Portugal, sendo comissariada pela pintora Madalena Macedo, de Guimarães.
O evento vai decorrer das 10h00 às 16h30, com pintura ao vivo em cavalete, com a participação dos pintores António Miranda, Fátima Miranda e Monteiro da Silva, de Barcelos, António Nunes, João Marrocos e Joel Correia, de Caminha, Jorge Ferreira, de Forjães, Lurdes Rodrigues, de Braga, Cipriano Oquiniame, de Viana do Castelo, Mário Rebelo de Sousa, de Vila Praia de Âncora, Pierre-Michel de Keyn, de Valdreu, e da própria Madalena Macedo.
A Maré d’Arte trará ainda ao Largo Fonseca Lima apontamentos de poesia pelos declamadores Armindo Cerqueira, de Barcelos, e Maria Simões, de Braga, cujo fio condutor terá como protagonista as paisagens e as histórias do mar de Esposende.

terça-feira, 6 de junho de 2017

Divulgação


Evocação do Dia Mundial dos Oceanos de 2017